Uma alameda de sonhos


Moldo meu coração

Com o carinho

Do teu olhar,

De cada carícia tua,

De cada palavra

Com que me envolves.

 

Quando me dou conta

Estou embevecido,

Sedento por tua presença.

 

Talvez exija demais.

E retribua de menos.

 

Mas o meu amor

Também te envolve,

Com a certeza de

Que ele é eterno.

E despretensioso:

Como teu olhar,

Como tua carícia,

Como as palavras

Que ainda não me disseste.

 

E que representam

A eternidade:

Prometida, sonhada.

Uma alameda percorrida num sonho.